terça-feira, 9 de dezembro de 2008

sigmund lewerentz


3 comentários:

jorge correia disse...

pa desenhos muito bons. Ja tenho vindo a acompanhar, e esse traço descomprometido que numa primeira impressão parece nao ser muito objectivo, dá muita expressividade e acaba por chegar(e sobrar) para representar os espaços. Tenho gostado muito.

keep on drawin'!;)

joão disse...

pa sou obrigado a concordar contigo, jorge correia.. sem dúvida um traço descomprometido, ao mesmo tempo simples mas complexo, e contudo capaz de sintetizar em gestos contínuos e expressivos, simultaneamente prolongados pela dúvida ou simplesmente pela busca da forma certa mas resolutos na objectividade do seu propósito.. yin e yang, o bem e o mal, a luz e as trevas.. o equilíbrio.. equilíbrio das formas, das proporções, a harmonia entre uma intenção e um resultado, a fusão entre o destino e a liberdade num ponto do infinito.. tudo isto comunhando numa simples folha de papel..
artur, nada contra o desenho, sim senhor, ta porreiro..

jorge correia,

little less conversation, little more action ! ;)

LULU disse...

jasus, somos todos tao birrentos.

artur, nao sei qdo e que comecaste a desenhar assim, mas... fuck!

:D